segunda-feira, 5 de agosto de 2013

temperos, ervas e afins

temperos, ervas e afins


Procuro colocar pouco sal na comida, reduzi muito por causa dos seus males, então corro atrás de temperos e ervas para deixar tudo mais saboroso, segue uma listinha com vários temperos e ervas com explicações para qual alimento combina,  tenho também uma horta com várias ervas frescas. É muito prazeroso chegar na hora de preparar a comida e colher a erva fresquinha quando precisar.

Cebola + Alho + Salsa: Ótimo em aves e carnes bovinas
Cheiro Verde : Ingredientes: Salsa, cebolinha verde, endro dill e louro flocado desidratados. Ideal para temperar carnes, peixes e molhos para saladas, feijoada, almôndegas, croquetes de bacalhau, omeletes e molhos à base de manteiga. 
Chimichurri: Ingredientes: Flocos desidratados de cebola, alho, salsa, cebolinha, orégano, pimentão, tomate, manjericão, pimenta calabresa, mostarda,louro e noz-moscada.
O Chimichurri é um tradicional tempero argentino muito usado no preparo de churrasco, tanto para temperar a carne como molho para acompanhamento de carnes, linguiças e queijos na brasa. Use como tempero e como molho para acompanhamento. Para o preparo do molho basta hidratar os flocos em uma proporção igual de flocos, vinagre de arroz ou vinagre de vinho branco, azeite de oliva e óleo de canola ou girassol. Os flocos podem ser misturados na margarina, requeijão, maionese, mantiga e queijo ralado. Excelente no feijão e recheio para pastéis. Experimente adicionar no molho de macarrão e como toque final em sanduíches, hamburgueres, ovos mexidos, patês e pastas de queijo. Na pizza, espalhe levemente por cima ou coloque embaixo do recheio antes de ir ao forno.
Ervas finas: Ingredientes: Dill, Estragão, Sálvia, Tomilho, Cebolinha, Manjericão, Manjerona e Louro. Excelente em carnes servidas ao ponto, como rosbife, molhos de manteiga, tempero de bruschetas e risotos.
Lemon Pepper: Ingredientes: Pimenta-do-reino, limão em pó, cebola granulada, alho granulado, calabresa flocos, orégano e mostarda. Vai muito bem na carne de porco, no preparo de saladas, e aves de carne branca.
Tempero Sírio: Ingredientes: pimenta jamaica, pimenta do reino branca, canela, cravo, gengibre, noz moscada. Ideal para kibe cru, frito ou de bandeja, carnes, aves, recheio para esfiha e também para dar um toque especial a outros pratos preferidos.
Açafrão da Terra: O mais popular é extraído da raiz da cúrcuma. Com açafrão o arroz e a galinha ficam não só uma delícia, como de um colorido lindo. De sabor ligeiramente amargo  e cor amarelo-dourado, extraída da raiz seca e moída da planta. Além do sabor, serve para dar cor aos alimentos. Utilizado em pratos com ovos, picles, molhos cremosos, maioneses, manteigas, massas, frango, peixes, arroz e pães.
Alecrim: Erva de aroma fresco, dá um sabor especial às aves, aos molhos e sopas de tomate, peixes, frutos do mar, carnes, patês, omeletes, ensopados (carneiro fica sensacional), beringela, batatas, couve-flor, pães, sucos e saladas de frutas. Ótimo no churrasco quando salpicado sobre o carvão. As folinhas secas maceradas, passadas em carne de porco ou galinha, antes de assar, dão um toque especial. Um pouquinho também no bolo de fubá fica ótimo.
Alho desidratado (em flocos ou granulado): Seco e desidratado, substitui o alho fresco em todas as suas aplicações.  O alho é essencial em praticamente tudo que se faz de salgado. O segredo é usá-lo com exatidão.
Alho Porró: lembra um pouco a cebola, é ideal para os molhos à base de manteiga e cogumelo fresco, saladas, sopas e caldos de peixe. 
Anis Estrelado: É típico no preparo de pratos da cozinha chinesa a base de carne de porco e pato. Também usado para fazer licores, chás e aromatizar bebidas alcoólicas.
Canela em pó: Pode Ser usada na preparação de pães, bolos, cafés, doces com frutas.  É a casca de uma árvore. Usada em pedaços ou em pó, tem sabor e aroma fortes. Indispensável no quentão e no ponche de vinho quente, em pedaços. Em pó é especialmente empregada em bolos, doces, pães, tortas. A doçaria brasileira indica para polvilhar cremes, compotas. Bem usada é ótima para temperar carne de porco, presunto e caças.
Cardamomo: Sementinha que tem gosto de gengibre. Essencial na cozinha indiana, é usada no tempero de arroz, Sopas, picles, carnes, pães, biscoitos, bolos, cremes. Ótimo no café árabe e para aromatizar licores.
Cebola em flocos: pura e desidratada é indicada em todas as preparações da cebola fresca, bastando hidratá-la em água gelada, ou adicioná-la seca em sopas, molhos, aves e carnes bovinas, etc.
Cebolinha verde: Parente da cebola, mesmo aroma, mesmo sabor, mas menos marcante. Não deve faltar nos refogados, molhos, vinhas-d’alhos e saladas. Muito usado em omeletes, molho vinagrete e molhos à base de creme de leite para peixes. Ótimo também em patês de ricota, queijo cremoso, sopas e saladas.

Chilli (Mexicano): Ingredientes: pimenta chili, cominho, orégano e alho. Utilizado em pratos mexicanos, dá um sabor especial às carnes, peixes, frutos do mar, ovos e cozidos. Ótimo também em carne moída e hamburguer. 
Coentro (folhas): Da família dos cheiros-verdes, parente da salsa, com sabor e perfume bem estimulantes. A folha é indicada para pratos de peixe e frutos do mar. Deve ser usada com parcimônia, pois seu sabor é acentuado.
Coentro (sementes): A semente moída, esfregada em carne de porco ou frango, antes de assar, é sensacional. Bom também para molho de carnes. A semente inteira é usada no preparo de ponches, pickles, doces e no café. Também usado no tempero de peixes, carnes, aves, assados ou grelhados, molhos, sopas de feijão, lentilhas e legumes. Também muito utilizado em pratos da culinária baiana, destacando-se as moquecas e as caldeiradas de peixes e frutos do mar.
Cominho (em Sementes ou moído): de sabor forte, deve ser usado em pequenas quantidades em pratos à base de queijos, ovos, carnes, oves, batotas e legumes. Também recomendado no preparo de molhos e pães. Vai bem até no feijão. As sementes moídas são muito usadas para o tempero de picles.
Colorífico: Também conhecido como colorau, dá cor apetitosa realçando um tom vermelho-alaranjado nas carnes, arroz, frango, peixes, caldeiradas e moquecas. Usado também para o preparo de picadinhos de carnes, sopas e molhos em geral. 
Curry: Originário da Índia. É uma mistura de vários temperos e condimentos. Realça o sabor dos alimentos, e é indicado no preparo de carnes, aves, peixes, sopas, molhos, arroz, casseroles, queijos, legumes, camarões, ovos e canapés.
Cravo: A semente, com o cabinho, é decorativa e aromática. Bom para doces brasileiros e compotas. Em pó tem sabor forte, ao mesmo tempo doce e picante. Tem que ser usado com moderação em bolo de carne, caldos, ensopados e chás.
Endro Sementes: Vai muito bem em peixes e sopas. Excelente para conservas de pepino, pimentões e picles.
Endro Dill: Indispensável no preparo de peixes, molhos, salada de batatas, marinados, pickles, carnes, sopas, pães, massas, queijos e compotas.
Erva Doce: Muito utilizada no preparo de biscoitos, bolos, bolachas, pães, queijos, molhos para saladas, frutas em calda, peixes e frutos do mar. Usadas com sabedoria melhoram sopas, creme de tomate e pratos de peixe. Úteis também em pastas de queijo. Excelente para o preparo de licor e de chás calmantes.
Estragão: Perfeito para o tempero de porco, galinha, ovos e peixe. Dá um sabor especialíssimo a molhos de saladas à base de vinagre, sopas e pastas de queijo. Ótimo bem picadinho junto com a manteiga derretida, para derramar sobre aspargos, vagem, beterraba, ervilha ou espinafre. Ou ainda para passar sobre bifes prontos.
Gengibre: Raíz de sabor extraordinário, adocicado e picante. Ralado é imprescindível no vatapá. Dá um gostinho especial em pratos de carne moída, peixes e camarão. Muito usado em pó para doces, bolos e pães. Excelente no preparo de conservas, pickles, ‘chutneys’.
Gergelim: Sementinha com sabor muito semelhante ao das amêndoas. Muito usado na cozinha árabe. Bom para acrescentar à massas de pãezinhos, certos bolos, biscoitos. Fica ótimo polvilhado sobre galinha, peixe ou macarrão, antes de ir ao forno. Também usado na culinária japonesa para o preparo de sushis e uramakis.
Glutamato: Não só tempera como realça o sabor dos alimentos. Usa-se no preparo, ou polvilhado depois dos pratos prontos. É um dos grandes segredos da cozinha.
Hortelã: Excelente no tempero de molhos para saladas, sopas, carnes, peixes. Muito popular na cozinha árabe. Gostosa em refrescos e complemento de drinques. Faz licor saboroso e vai muito bem em geléias.
Louro (em folhos ou moído): utilizado em pequenas quantidades, é ideal no preparo de molhos, caldos, legumes, assados, carnes e frutos do mar. Fundamental para o Bouquet Garni (folhas de louro, talos de salsa, tomilho e alecrim) e para aromatizar caldos e ensopados.
Kummel: tem sabor adocicado. Usado no preparo de carnes e aves assadas. Também em sopas de legumes, saladas, marinados, biscoitos, patês, pães, bolos e queijos.
Manjericão: de sabor marcante e agradável, é ideal para receitas com tomate, em pizzas, molho para churrasco, lagosta, assados, saladas e legumes. E o principal ingrediente do molho ao pesto.  Essencial na vinha-d’alhos. Genial em peixes, camarões, ovos, queijo, tomates recheados e molhos de tomate.
Manjerona: de sabor requintado, semelhante ao orégano, é ideal para valorizar carnes e aves, pratos à base de tomate, sopas, saladas e com manteiga derretida em peixes grelhados. Muito utilizada para pratos de cozimento rápido. 
Orégano: Não há pizza que se preze sem ele. Ótimo em receitas com ovos, tomates, queijos, cebolas, recheios e molhos para carnes, aves, peixes e saladas de frutos do mar.
Mostarda (em sementes ou moída): É usada na preparação de molhos para saladas e maioneses, carnes, aves, sopas, legumes e pratos com ovos e queijos.
Noz-Moscada (em grão ou moída): ideal para molho bechamel, legumes, sopas, batatas, no recheio de massas, bolos, biscoitos, tortas, waffles e em bebidas com leite quente ou gelado. Formidável para o tempero de carnes, ou qualquer receita de carne moída.
Páprica (doce e picante): Pó extraído do pimentão vermelho, muito usado na cozinha húngara. Dá cor e sabor. Em galinha, bolo de carne, carne de vitelo, ‘goulash’, guisados ou ensopados, molhos, fica sensacional.
Pimenta cayena: É vermelha e bastante ardida, feita a partir da mistura de diversas pimentas. Ótima para carnes fortes, peixes e molhos.
Pimenta-do-reino: Essencial em toda cozinha. A preta é mais forte, e a branca mais suave um pouco. Em grão é usada em saladas, marinados, assados e pickles. Moída, pode ser usada em todos os pratos salgados. Ideal na água de cozimento de carnes, molhos, no final do preparo de legumes e verduras, salpicada sobre carnes, peixes e frangos antes de grelhar.
Pimenta do reino branca (em grão ou moída): Com sabor mais suave que a pimenta preta, é usada em todas as receitas salgadas. Especialmente indicada para pratos que não podem ter sua aparência e cor alteradas.
Pimenta malagueta: Vermelha e bastante ardida, deve ser usada com parcimônia.
Pimenta Chilli: Extremamente picante, é utilizada no preparo de pratos mexicanos e italianos. Ideal para sopas, cremes, molhos cremosos e de tomate, frutos do mar, carnes, aves, vegetais e coquetéis.
Pimenta rosa: É na verdade a semente da árvore Aroeira. Misturada à pimentas do reino preta, branca e verde, decoram e conferem sabor delicado a saladas, malhos, grelhados e frutos do mar. Deve ser usada com moderação, pois seu sabor predomina sobre o sabor de outros temperos, mas acompanha muito bem queijos, molhos brancos e risotos.
Pimenta Jamaica: Muito saborosa. É um tempero gostoso e versátil, que valoriza salgados ou doces, bolos e pães. Sabor lembra uma mistura de cravo, canela e noz-moscada. Especialmente indicada para sopas, ensopados, carne de panela, molhos, bolos de frutas e bebidas quentes. Vai bem em carnes de todos os tipos e faz parte da vinha-d’alhos.
Salsa: De todos os cheiros-verdes é a mais conhecida e usada. Ótima para o tempero de risotos, sopas, assados, batatas na manteiga, omeletes. Muito usada no tempero de carnes de toda espécie, refogados, pratos de forno, farofas, pastas de queijo, verduras, molhos.
Sálvia: Folha de sabor forte, muito popular na Itália. Bem aproveitada para farofas, recheio de galinha, peru, pato. Indicada em marinados, sopas, cremes, molhos de tomate, queijos, em massas com manteiga, batatas, biscoitos e chá. 
Segurelha: Aromática e picante, pode ser usada sozinha ou em combinação com outras ervas em recheios para carnes, peixes ou aves, pratos com ovos, galinha, peru molhos, sopas, e feijões.
Tomilho: Aromatizante de sabor forte, faz parte do Bouquet Garni. Vale a pensa experimentar em caldos, molhos, assados, peixes, sopas, recheios para aves. Sensacional para peixe, lagosta e camarão. Melhor ainda em carnes, principalmente de porco: esfregue um pouquinho macerado com sal e pimenta-do-reino.
Zahtar: Ingredientes: gergelim, coentro, orégano, manjerona, sal refinado, colorífico e acidulante ácido cítrico. O mais popular tempero da cozinha árabe. É salpicado em carnes e vegetais ou usado para patês. Pode ser misturado com azeite de oliva a distribuído no pão sírio ou massa de esfiha antes de assar.
Zimbro: É um grãozinho quase desconhecido. Os pequenos frutos secos macerados e destilados dão a bebida chamada genebra, ou gin (que é um destilado de cereais infusionado com zimbro para aromatizar). Valoriza bastante temperos de carnes. Faz parte do vinha-d’alhos.

Cookie




ingredientes

  • 2 xícaras de manteiga
  • 2 xícaras de açúcar de mascavo
  • 2 xícaras de açúcar comum
  • 4 ovos inteiros
  • 2 colheres das de sopa de baunilha
  • 4 xícaras de farinha de trigo
  • 5 xícaras de aveia moída no liquidificador
  • 1 colherinha de sal
  • 2 colheres das de sopa de fermento em pó para bolo
  • 2 colheres das de sopa de sal amoníaco (não sódico)
  • 3 xícaras de nozes picados
  • 1 kg de chocolate meio amargo picadinho

modo de preparo

Bater tudo na batedeira: 2 xícaras de manteiga, 2 xícaras de açúcar de mascavo, 2 xícaras de açúcar comum, 4 ovos inteiros, 2 colheres das de sopa de baunilha.
Depois de bater tudo muito bem na batedeira por 5 minutos, despejar em uma bacia.
Acrescentar 4 xícaras de farinha de trigo, 5 xícaras de aveia moida no liquidificador, 1 colherinha de sal, 2 colheres das de sopa de fermento em pó, 2 colheres das de sopa de sal amoníaco (não sodico).
Amassar com as mãos tudo muito bem.
Depois acrescentar 3 xícaras de nozes picados, 1 kg de chocolate meio amargo picadinho (basta misturar na massa)
Forma untada com papel manteiga deixar uma longe da outra por 10 minutos no forno.
Rende mais ou menos 80 cookies.

Bolo de café e chocolate


Ingredientes:

Massa:
. 3 ovos
. 2 xícaras (chá) de açúcar
. ½ xícara (chá) de óleo
. 1 xícara (chá) de café forte e morno
. ½ xícara (chá) de chocolate em pó
. 2 e ½ xícaras (chá) de farinha de trigo
. 1 colher (sopa) de fermento em pó
Calda:
. ½ xícara (chá) de chocolate em pó
. ½ xícara (chá) de leite
. 2 colheres (sopa) de açúcar
. 1 lata de creme de leite

Modo de preparo:

Massa: No liquidificador, bata os ovos, o açúcar, o óleo, o café e o chocolate. Misture a farinha e o fermento peneirados. Coloque a massa em uma fôrma de 24 cm de diâmetro untada e enfarinha. Asse no forno preaquecido a 200°C por 50 minutos ou até, que espetando um palito, ele saia seco. Deixe esfriar, desenforme e corte o bolo em três discos. Reserve.
Calda: Em uma panela, misture o chocolate em pó, o leite e o açúcar. Deixe ferver, desligue o fogo e misture o creme de leite. Umedeça os discos de bolo com a calda e cubra com o restante.
 
Tipo de prato: Sobremesa
Preparo: Demorado (acima de 45 minutos)
Rendimento: 12 porção
Dificuldade: Médio
Categoria: Bolo
Calorias: 444 por porção